Classes sociais – Classes econômicas – A, B, C, D e E – BRASIL – Evolução – 2003 – 2011 – 2013 – em milhões de pessoas / quadros resumos – diferença entre ricos e pobres – pobreza – miséria – classe média – evolução no período e governos: 1985 – 2010 – Governos: Sarney – Collor – Itamar – FHC – Lula

.Classes econômicas - A, B, C, D e E - BRASIL - Evolução - 2003 - 2011 - 2013 - em milhões de pessoas

.

.

.

.

Link de acesso à pagina principal e a todos os temas, gráficos e tabelas:

https://brasilfatosedados.wordpress.com/ 

Sobre brasilfatosedados

- Engenheiro - Belo Horizonte - formado na PUC - MG - 1984 - email de contato: brasilfatosedados@gmail.com
Esse post foi publicado em Social - Classes Sociais. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Classes sociais – Classes econômicas – A, B, C, D e E – BRASIL – Evolução – 2003 – 2011 – 2013 – em milhões de pessoas / quadros resumos – diferença entre ricos e pobres – pobreza – miséria – classe média – evolução no período e governos: 1985 – 2010 – Governos: Sarney – Collor – Itamar – FHC – Lula

  1. Taísa disse:

    Realmente eu fiquei impressionada com os números!
    Mas já li por aí que esses resultados só foram possíveis graças a mudanças econômicas realizadas no governo FHC! Isso é verdade?
    É possível avaliar quanto desses resultados positivos do governo Lula sao resultado de suas açoes e quanto sao consequencia das decisoes tomadas no governo anterior?
    Parabéns pelo site, muito interessante!

    • Jmarcelo1 disse:

      Basta você tomar por base a criação do Plano Real implantado em 01/08/1993 e fazer a comparação do Governo Itamar Franco com FHC e notará que os números obtidos por Itamar foram melhores que o de FHC, ou seja, o efeito do Plano Real foi suficiente para alavancar o Governo Itamar e não foram no Governo FHC, o que prova não haver relação entre as medidas adotadas no Governo Lula com as do Governo FHC, exceto a manutenção do tripé macroeconomico, o que não representa mérito da gestão anterior e sim coerência e capacidade do gestor atual, que mantendo a mesma politica economica, foi capaz de melhorar a distribuição da renda, provocar o crescimento do PIB, reduzir os indices de miséria, controlar a inflação, reduzir a divida externa, ter superavit na balança comercial, aumentar os investimentos públicos(infra-estrutura, educação, financiamento, habitação, saúde e segurança), redução da taxa CELIC e valorização do Real.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s