Renda – Evolução entre 1985 – 2010 e 1995 – 2010 – Brasil – Governos: Sarney – Collor – Itamar – FHC – Lula

Após a série relativa aos temas cruciais sobre a evolução do emprego e desemprego entre 1986 e 2010(ver posts mais no final da página), nosso segundo “olhar analítico”, a seguir, será sobre outro tema crítico e determinante sobre a avaliação econômica e social de um país e seus diversos governos, pois  influi também diretamente no bem estar da população e na saúde econômica do país, sendo outro grande termômetro dos resultados práticos das políticas adotadas por estes governos :

a evolução sobre a renda da população em dois períodos de nossa história recente: entre 1985 – 2010  e 1995 –  2010, sendo que no primeiro a avaliação ficará restrita ao salário mínimo, e no segundo, além deste, serão analisados outros índices que nos permitam uma visualização mais ampla do comportamento da renda em vários segmentos sociais.

– este tema está dividido em 10 posts/13 gráficos e em 02 quadro-resumos finais, sintetizando os índices principais de cada governo nestes períodos.

Os índices adotados, e postados em gráficos e quadros resumos a seguir, para uma avaliação da evolução da renda nestes períodos são:

– 1985 a 2010:

a)  Evolução nominal do salário mínimo, no período 1985-2010, em R$ “deflacionado” e com base em Ago/2010.

b) Salário mínimo real médio, em R$ “deflacionado”, nos diversos governos do período.

c) Saldo nominal(R$) final da evolução do salário mínimo entre o início e os fim dos vários mandatos governamentais.

d) Saldo percentual(%) final da evolução do salário mínimo entre o início e os fim dos vários mandatos governamentais.

– 1995 a 2010:

e) Salário mínimo em dólar na sua evolução nominal, e no saldo final entre início e fim de cada mandato(dois gráficos).

f) Número de salários mínimos reais para compor um salário mínimo necessário, calculado pelo Dieese, e suficiente para atender uma família de 02 adultos e 02 crianças nas suas diversas necessidades básicas.

g) Evolução da participação percentual(%) da massa salarial no PIB do país.

h) Evolução do PIB “per capita” em real(R$).

i) Evolução do PIB “per capita” em dólar(U$).

j) Evolução da rentabilidade das ações de empresas e bancos nas bolsas brasileiras, mostrando o ganho médio dos acionistas em relação ao capital investido inicialmente, e também a diferença de rentabilidade entre as mesmas nos governos deste período.

k) Quadro resumo final dos índices relativos ao salário mínimo nos diversos governos entre 1985 -2010.

l) Quadro resumo final dos demais índices, listados acima, nos governos entre 1995 – 2010.

É importante ressaltar que a avaliação da evolução do salário mínimo não se restringe somente a quem o recebe nominalmente, e sim a toda uma cadeia de salários e rendimentos vinculados ao seu valor oficial de referência, indo deste faixas mais baixas de rendimento e próximas ao piso, como em diversas categorias profissionais e de mais alto rendimento que o tomam como base legal e de mercado.

Estima-se que, atualmente, cerca de 45 milhões de brasileiros tem seu rendimento, de uma forma ou de outra, vinculada ao valor básico do salário mínimo, vindo daí a importância crucial sobre a análise de sua evolução e valorização nestes períodos, pela consequências fortes que proporciona na renda geral dos brasileiros, e também no consequente desenvolvimento econômico e social derivado disto.

A abrangência de todos os índices a um período maior(1985-2010) ficou prejudicada por carência de dados consistentes e confiáveis para uma correta compilação e comparação justa. A disponibilidade destes dados está mais farta e acessível a partir de 1994,  devido ao processo de estabilização monetária iniciada neste ano.

Mas o período entre 1995 e 2010 é bem fértil para uma avaliação comparativa das melhores políticas a serem adotadas/continuadas no país, já que no mesmo houveram dois governos que, sob a mesma estabilização monetária  adotaram modelos diferentes para tentar impulsionar o desenvolvimento brasileiro:

– um, entre 1995 e 2002, com um modelo mais liberal, privatizante, com menos presença e atuação do Estado , ficando este mais regulamentador, e deixando mais por conta do mercado os investimentos e as iniciativas necessárias para o desenvolvimento econômico e social em geral.

– o outro, entre 2003 e 2010, com um projeto de Estado mais forte, presente,  incentivador e motivador da iniciativa privada, investidor e indutor do desenvolvimento,  e mais atuante nas políticas públicas, visando assim alavancar e acelerar o progresso econômico e social do país.

observações:

para ampliar as figuras(gráficos e quadros), e assim visualizar com mais detalhes os dados e números contidos nas mesmas, basta clicar em cima de cada uma.

-Agradecemos o excelente nível de visitas a partir da divulgação dos primeiros posts, e esperamos continuar  contando com os comentários, críticas e sugestões por parte de vcs, visando enriquecer e otimizar este espaço para uma divulgação cada vez mais democrática e abrangente de informações relevantes para nossa sociedade.

obs em 25.11.10:

– postamos hoje revisões dos gráficos e quadro-resumo relativos ao salário mínimo(SMR), utilizando dados agora somente do IPEA/IBGE(INPC) e com base mais atual de Ago/2010 :  http://www.ipeadata.gov.br/– link secundário de acesso aos dados.

– corrigimos com isto algumas distorções significativas que haviam entre os governos Sarney e Collor devido às datas consideradas para início e fim de cada período destes governos(agora Sarney com início real em 04/85 e Collor com fim real em 12/92). Nos demais governos houveram pequenas alterações, não alterando o foco central das análises, mas  consideramos sempre importantes estas otimizações, para um avaliação cada vez mais precisa e uma melhor compreensão dos temas/períodos abordados.

Link de acesso à pagina principal e a todos os temas, gráficos e tabelas:

https://brasilfatosedados.wordpress.com/ 

Sobre brasilfatosedados

- Engenheiro - Belo Horizonte - formado na PUC - MG - 1984 - email de contato: brasilfatosedados@gmail.com
Esse post foi publicado em Economia - Renda. Bookmark o link permanente.

13 respostas para Renda – Evolução entre 1985 – 2010 e 1995 – 2010 – Brasil – Governos: Sarney – Collor – Itamar – FHC – Lula

  1. Priscilla disse:

    Este olhar analitico me parece muito favoravel ao governo LULA. Nao discutirei dados estatisticos, porem acredito que falta analisar, usando dados estatisticos, a Divida externa do pais, o rombo do INSS, a saude, a educacao, o indice de corrupcao para poder assim, realmente ter um Verdadeiro Olhar Analitico!

    • Priscilla,

      valeu pela observação pertinente.

      Estes ítens citados por vc, e muitos outros mais, serão alvo de estudo e análises detalhadas, assim como os dois primeiros temas(Emprego/ Desemprego e Renda). Como o blog tem somente 20 dias não foi possível analisar muitos temas, já que cada um requer muito trabalho árduo e com muito estudo, análises, compilação de dados e elaboração de gráficos e quadros. Iniciamos pelo principais por serem os de maior impacto na vida das pessoas em geral(emprego e dinheiro no bolso)

      O objetivo aqui é divulgar números e dados que propiciem uma análise fria e isenta sobre cada governo e de suas políticas econômicas e sociais, sem juízo de valor, a não ser os resultados númericos, estatísticos e práticos. Se estamos no rumo certo, ou se precisamos mudar, ou mesmo corrigir políticas públicas nos mais diversos setores da vida nacional.

      O objetivo é que o visitante deste blog faça a sua própria avaliação e conclusão sobre os períodos e governos analisados.

      Obrigado e volte sempre. Continue contribuindo com seus comentários.

  2. Ticão disse:

    Mais ou menos na linha do que a Priscilla pede.
    Alguns outros índices, talvez mais fáceis de serem coletados e analisados.
    Evolução do lucro em alguns seguimentos como bancos, indústria automobilística, empresas SA. Todas as SA publicam resultados.
    Talvez a Febraban tenha um resultado do setor.
    O índice Bovespa pode ser um bom parâmetro. Deve ser fácil achar uma série histórica.

  3. Ticão,
    acrescentado à resposta anterior. A lucratividade de ações de bancos em bolsa postarei an terça, não como nova série mas como complemento ao post “Lucratividade de empresas”, pois estas se referem somente a empresas não financeiras. A partir de terça, 05/10, este post terá mais um gráfico: ‘Lucratividade em bolsas de empresas financeiras”. E terá também uma nova série, provavelmente: ‘Evolução da miséria, da pobreza e das classes sociais”

  4. Leo disse:

    Pessoal, boa noite. Será que poderiam colocar ai no site a inflação dos governos Sarney, Collor, Itamar, fhc e Lula? Recebi uma contestação dos dados após repassar para várias pessoas os gráficos daqui do site.

    A pessoa me mostrou essa evolução do salário mínimo no período fhc:
    http://www.mg.trt.gov.br/informe/calculos/minimo.htm
    Veja no site acima os valores do salário mínimo em cada ano do Real
    1994 = R$ 70.00
    1995 = R$ 100.00 – subiu 42,86%
    1996 = R$ 112.00 – subiu 12%
    1997 = R$ 120.00 – subiu 7,15 %
    1998 = R$ 130.00 – subiu 8.3 %
    1999 = R$ 136.00 – subiu 4.61 %
    2000 = R$ 151.00 subiu 11.03%
    2001 = R$ 180.00 subiu 19.2 %
    2002 = R$ 200.00 subiu 11.11 % de 1994 a 2002 subiu 185.71 % ( de R$ 70.00 a R$ 200.00)
    2003 = 240.00 subiu 20 %
    2004 = 260.00 subiu 8.3%
    2005 = 300.00 subiu 15.38%
    2006 = 350.00 subiu 16.66 %
    2007 = 380.00 subiu 8.57 %
    2008 = 415.00 subiu 9.21 %
    2009 = 465.00 subiu 12.04 %
    2010 = 510.00 subiu 9.67 % de 2002 a 2010 subiu 155 % ( de R$ 200,00 a RS 510.00) ”

    Fica claro que ela não colocou a inflação do período que corroeu uma parte desse ganho.
    Portanto, se puderem postar de fontes oficiais a inflação em forma de gráficos (como vocês mesmos fizeram nos outros posts) ficaria agradecido!

    • Leo,

      obrigado pela sugestão, mas realmente a comparação só tem sentido quando o salário mínimo é deflacionado(retirada a inflacão) na evolução dos anos.

      Os dados mostrados por vc mostram os percentuais de aumento considerando a inflação, mostrando somente a evolução nominal do SM, mas não realmente a evolução do seu poder de compra, que pode ser visto através dos gráficos “SMR deflacionado” e “Relação entre SMR e SMN(salário mínimo necessário)”, e calculado pelo Dieese.

      Um exemplo rápido: os dados repassados por vc consideram os anos de 1994(Itamar, e não FHC) e 1995(FHC), anos em que a inflação ainda foi alta devido aos reflexos de antes do Plano Real, e que ainda não estavam totalmente eliminados pelo mesmo.

      Em outro comentário, aqui mesmo, passarei mais dados númericos para enriquecer o descrito acima, mas também publicaremos uma série específica sobre inflação, provavelmente na semana que vem.

      Grande abraço e continue nos seguindo, e contribuindo com informações relevantes como estas e que ajudam a enriquecer debate social e econômico mais sério no país.

  5. Caro,

    “Roubei” este post e coloquei em meu blog… Parabéns pelo trabalho. Vou continuar frequentando seu blog. É muito bom. Abraço

    http://limpinhocheiroso.blogspot.com/2010/10/comparacao-da-taxa-de-evolucao-da-renda.html

  6. Roberto disse:

    Parabéns pelo site. Muito útil para para um melhor entendimento da real evolução econômica e social deste país. Vou passar a acompanhar.
    Forte abraço,
    Roberto

    • Roberto,

      obrigado pelo incentivo e volte sempre.

      O objetivo do blog é este mesmo descrito por vc: “para um melhor entendimento da real evolução econômica e social deste país”.

      Dentro desta sequência de “olhares analíticos” sobre vários temas sociais e econômicos do Brasil nos últimos anos, estaremos publicando hoje(16/10/10) uma nova série intitulada:

      “Desenvolvimento – PIB Brasil e PIB Mundo – Evolução: 1985 – 2010”

      Um abraço,

  7. Leo disse:

    Justamente meu caro ou minha cara hehe ela cometeu esse equívoco. Nem me dei o trabalho de respondê-la ainda só esperando o post de vocês.
    Parabéns pelo excelente trabalho to seguindo e espalhando o site.
    Abraços!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s